“As vezes um mapa pode fazer a diferença”

 

INTERVENÇÃO ORIENTADA

Construindo uma decisão

Justificativa:

Quando a decisão da família pelo tratamento de um ente querido torna-se inegociável, uma alternativa à internação involuntária às escuras ou sem uma comunicação prévia, a melhor alternativa é, sem dúvida alguma, a Intervenção Orientada.

Intervir de maneira decisiva na vida de alguém que precisa de um tratamento é uma tarefa que exige coragem, estratégias eficazes e muito, muito amor. Sem a orientação correta ou habilidades necessárias a mensagem captada pelo indivíduo (paciente) chegará distorcida ou corrompida ao ponto novamente adiar, magoar, gerar ressentimentos, deixar alternativas ou escolhas que possam beneficiar o uso continuado de drogas.

 

Mas afinal o que é Intervenção Orientada?

Intervenção Orientada é uma técnica originada nos Estados Unidos com a finalidade de preparar família, empregadores e/ou amigos próximos para intervirem diretamente na decisão de alguém em aderir a um programa de tratamento.

A quebra da resistência de alguém que não deseja se tratar consiste em criar condições para que isso ocorra. Muito provavelmente até o exato momento da intervenção propriamente dita o paciente acredita estar no controle e/ou ainda possuir a escolha de usar, mesmo que isso esteja causando um impacto negativo na vida de todas as pessoas a sua volta.

Em resumo a I.O. é uma técnica complexa que irá construir uma crise controlada na vida de um usuário e/ou dependente direcionando-o para um tratamento à disposição, previamente preparado para recebê-lo. 

 

A quem se destina?

Apenas para familiares de indivíduos diretamente envolvidas com um dependente de álcool e/ou drogas que não aceita tratamento. Este é um processo totalmente focado na família, em construir através de técnicas específicas, a decisão de intervir.

 

Mas como?

Metodologia Específica (Apenas para profissionais).

 

*Saiba tudo sobre Intervenção Orientada, agende uma entrevista!